Central de Vendas 11 3251-3962

Sociedade dos Amigos dos Negros, A: A Revolução Francesa e a Escravidão 1788-1802

Mais informações
Autor:
Laurent De Saes (veja mais livros deste autor)
Editora:
PRISMAS(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
Produto Não Comercializado
Avalie:

"""Os homens nascem e permanecem livres e iguais em direitos (Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 1789, art.1º) Com essas palavras, a Revolução Francesa lançava as bases jurídicas e ideológicas para a construção de uma nova sociedade, li v re dos privilégios e das distinções de ordem que haviam caracterizado o Antigo Regime. Mas qual era o real alcance desses princípios, que pareciam proclamados ao Universo? Para uma potência colonial como a França, eles encontravam seu primeiro limi te nas centenas de milhares de homens e mulheres de origem africana, escravizados nas possessões ultramarinas da nação revolucionária. Como conciliar a vocação libertária da Revolução com a manutenção do comércio de gêneros coloniais que fazia a riq uez a da Nação? Foi esta difícil questão que norteou os debates acerca da política colonial da Revolução. Nesse contexto, a primeira organização antiescravista francesa, a Sociedade dos Amigos dos Negros, conduziu sua campanha em favor de uma transfo rma ção gradual do sistema colonial. Situada num quadro marcado por duas revoluções ¿ a da metrópole e a dos escravos de sua principal colônia, São Domingos ¿ a trajetória desses homens, e do combate antiescravista como um todo, permite refletir sobr e a natureza e os próprios limites do processo revolucionário francês do final do século XVIII."" "

Código de barras:
9788555073335
Dimensões:
4.10cm x 16.00cm x 23.00cm
Edição:
1
Marca:
PRISMAS
Idioma:
Português
ISBN:
9788555073335
ISBN13:
9788555073335
Número de páginas:
759
Peso:
1100 gramas
Encadernação:
BROCHURA