Central de Vendas 11 3251-3962

Machado de Assis e o Processo de Criação Literária - Coleção 100 Anos de Machado de Assis - Co-edição Edusp

Mais informações
Autor:
Jaison Luís Crestani (veja mais livros deste autor)
Editora:
NANKIN(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
Produto Não Comercializado
Avalie:

"""Este notável trabalho de Jaison Luís Crestani, fruto de rigorosa pesquisa, demonstra definitivamente – apesar de outros estudos já terem tocado no assunto e mesmo feito demonstrações fundadas – que Machado era um publicador contumaz de suas histór ia s curtas em jornais e revistas. O escritor carioca desde muito jovem era assíduo frequentador dos veículos da indústria cultural, então nascente. Seus dois volumes anteriores de contos (Contos Fluminenses, 1870 e Histórias da Meia-noite, 1873) já era m coletâneas de histórias publicadas em revista – no caso, o Jornal das Famílias, com exceção de um único conto que ali não saíra. No caso dos dois volumes citados de início, todos os contos haviam saído na revista A Estação e no jornal Gazeta de Not ícias, entre os anos de 1879 e 1884, valendo destacar que um número significativo de histórias curtas saídas nesses dois veículos ficou sem publicação em livro. Isso bem demonstra que o grande escritor selecionava criteriosamente o que havia de merec er a perpetuidade do livro e o que não a merecia, segundo seu entendimento. Estudar a lógica de tais escolhas é um dos méritos, entre diversos outros, desta obra de Jaison Luís Crestani. Ele demonstra ainda que a escrita dessas histórias não fo i alea tória ou de simples ocasião. A análise comparativa, cuidadosa e sensível, esclarece o que chama de “processo de criação literária” de Machado e como a utilização da revista ou do jornal para a veiculação não impedia que o autor desenvolvesse u ma refl exão e expressão muito elaboradas para chegar ao livro posteriormente, exercendo antes sobre o leitor efeitos, digamos, mais rápidos do cotidiano. Assim, para Machado, a indústria cultural de seu tempo cumpriria o papel de formar um público l eitor e civilizar não apenas esse público como também o país. Daí suas exigências estéticas, quase sem concessões, e a tematização de questões relevantes para o homem em geral e o Brasil em especial."" (Valentim Facioli) "

Código de barras:
9788577510931
Dimensões:
0.00cm x 16.00cm x 23.00cm
Edição:
1
Marca:
NANKIN
Idioma:
Português
ISBN:
9788577510931
ISBN13:
9788577510931
Número de páginas:
432
Peso:
660 gramas
Ano de publicação:
2022
Encadernação:
BROCHURA