Central de Vendas 11 3251-3962

Ensaios de História

Mais informações
Autor:
Edward Gibbon (veja mais livros deste autor)
Editora:
ILUMINURAS(veja mais livros desta editora)

Produto indisponível no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
Pré-venda: Lançamento previsto para 8
Avalie:

“Se nem todo fi lósofo deve ser historiador, seria ao menos desejável que todo historiador se tornasse fi lósofo”. Essa frase do inglês Edward Gibbon (1737 – 1794) encontra-se em seu escrito de estréia, Ensaio sobre o estudo da literatura, espécie de discurso do método da história fi losófi ca, tal como praticada por seus predecessores: Tácito, Montesquieu, Hume. O volume que o leitor tem em mãos traz pela primeira vez em língua portuguesa esse escrito de juventude, cujo caráter polêmico e esti l o vigoroso caem bem a um jovem autor cheio de ambição e confi ança. Em defesa da nova história, Gibbon não hesita em se contrapor a Diderot e d’Alembert, que na Enciclopédia haviam reduzido a história a uma disciplina da memória. Contra essa banali za ção, Gibbon mostra que o gênio do historiador reside, sobretudo, no juízo acertado na escolha e interpretação dos fatos. Contra Rousseau, ele defende a dignidade da investigação aprofundada das transações políticas e militares e das maneiras dos h ome ns, contra a hipóese arbitrária de um estado de natureza descolado da historicidade, que nos dispensaria de aceitar a história como instância que faculta a compreensão da natureza humana. Tendo meditado sobre essas questões de fundo, o jovem Gi bb on s e lança no estudo das fontes e documentos que permitem compreender a experiência histórica em fi ligrana. A primeira peça de caráter histórico por ele redigida, em 1764, é uma pequena obra-prima, que atesta o surgimento de um talento extraord iná rio. Numa dissertação até hoje insuperada, Sobre os triunfos entre os romanos, Gibbon põe em ação o método divisado poucos anos antes e reconstitui com precisão e vivacidade um ritual perdido, cujo sentido ele depreende de uma interpretação labo rios a de f atos esparsos, porém conclusivos. Em 1776, surge o primeiro volume daquela que será a sua obra-prima, e um dos grandes livros da literatura moderna: Declínio e queda do Império Romano. Completado em 1784, esse estudo monumental apresenta nada menos q

Código de barras:
9788573213829
Dimensões:
0.00cm x 14.00cm x 21.00cm
Edição:
1
Marca:
ILUMINURAS
Idioma:
Português
ISBN:
9788573213829
ISBN13:
9788573213829
Número de páginas:
160
Peso:
207 gramas
Encadernação:
BROCHURA