Central de Vendas 11 3251-3962

Como ser um ditador: O Culto á Personalidade no Século XX

Mais informações
Autor:
Frank Dikötter (veja mais livros deste autor)
Editora:
INTRINSECA(veja mais livros desta editora)

Por: R$ 69,90 Em 2x de: R$ 34,95

Comprar
Pré-venda: Lançamento previsto para 29/08/2022
Consulte aqui o valor do frete e prazo de entrega do produto
Opção de parcelamento via cartão de crédito
  • 1x de R$ 69,90 sem juros
  • 2x de R$ 34,95 sem juros
Avalie:

Como alguns dos principais ditadores do século XX permaneceram no poder por tanto tempo — e de que forma impactam no surgimento de novos líderes autoritários Nenhum ditador consegue governar valendo-se apenas de medo e violência. O poder nu e cru po de ser conquistado e mantido por um tempo, mas nunca é o suficiente a longo prazo. É preciso que o povo aclame a figura do tirano para que ele consiga se perpetuar no comando. No século XX, à medida que novas tecnologias permitiam que os líderes leva ssem a própria imagem e voz para dentro dos lares, observamos o nascimento de um fenômeno sociopolítico: o culto à personalidade, muito explorado por alguns ditadores para alcançar a ilusão de aprovação popular e com isso prescindir de um processo el eitoral legítimo. Dessa forma, centenas de milhões de pessoas foram condenadas a um entusiasmo compulsório, obrigadas a reverenciar os respectivos líderes mesmo enquanto eram conduzidas à servidão. Em seu estudo, Frank Dikötter revisita a trajetória de oito ditadores do século passado e a máquina de propaganda que fomentou o culto em torno de suas figuras — de Hitler e Stalin a Mao Tsé-tung e Kim Il-sung. Com desfiles cuidadosamente coreografados e uso deliberado de censura para manter a mortalh a de mistério ao seu redor, esses homens trabalharam incansavelmente a própria imagem e encorajaram a população a glorificá-la, perpetuando uma forma de controle que, de certo modo, foram aprendendo uns com os outros e com a história. Em um momento d e retrocessos tão flagrantes da democracia em todo o mundo, estaríamos presenciando o renascimento dessas mesmas técnicas entre alguns dos líderes mundiais de hoje? Vladimir Putin, Viktor Orbán e Xi Jinping estariam bebendo da mesma fonte? Oportuno, com uma linguagem acessível e baseado em ampla pesquisa histórica, Como ser um ditador examina como um governo totalitarista se consolida, cresce e se sustenta. E, sobretudo, coloca o culto à personalidade no lugar a que sempre pertencerá: no próprio âmago da tirania.

Código de barras:
9786555604214
Dimensões:
1.80cm x 14.00cm x 21.00cm
Edição:
1
Marca:
INTRINSECA
Idioma:
Português
ISBN:
9786555604214
ISBN13:
9786555604214
Número de páginas:
368
Peso:
390 gramas
Encadernação:
BROCHURA